Marabá: Seaspac realiza Seminário debate combate ao abuso e exploração contra criança e adolescente

 

Seaspac: Seminário debate combate ao abuso e exploração contra criança e adolescente

Nesta quinta-feira, 19, teve início o I Seminário Municipal de Combate ao Abuso e Exploração contra a Criança e ao Adolescente, no auditório da Câmara Municipal da cidade. O seminário organizado pelo Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) tem uma programação que conta com a participação de profissionais da área da saúde, assistência social, educação e órgãos públicos diretamente ligados ao tema.

De acordo com a titular da Secretaria Municipal de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários (Seaspac), Nadjalúcia Oliveira, apesar dos números de casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes terem aparentemente diminuído durante o período mais intenso da pandemia, em 2022 os casos dispararam. Diante desse cenário, é importante debater esse assunto de maneira ampla, com vários setores da sociedade.

“É importante colocar que esse movimento já acontece há vinte anos em Marabá, porém a sociedade é muito dinâmica. É necessário que você esteja sensibilizando a comunidade sobre o que é a proteção de crianças e adolescentes. Então o 18 de maio é uma data simbólica nacionalmente por uma lei que faz com que mobilize o Brasil inteiro para esta causa”, ressalta a secretária.

Na programação do seminário, que dura dois dias, há debates e palestras sobre o atendimento às crianças e adolescentes em situação de violência sexual e questões jurídicas, por exemplo.

Além disso, também busca-se fortalecer a rede de proteção às vítimas e de enfrentamento aos abusos e exploração, a fim de alinhar ideias e ações nas diferentes esferas de atuação do poder público.

O seminário ocorre em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, no dia 18. No dia 17, ocorreu uma caminhada com distribuição de cartazes a respeito do tema, no núcleo São Félix. A caminhada também aconteceu na Marabá Pioneira, na quarta-feira, 18.

A presidente do Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Kellen Servilha, ressalta a importância de se divulgar os canais de denúncia.

“Nós estamos divulgando, no site da prefeitura de Marabá, os telefones dos conselhos tutelares, o disque 100, os números para denúncia. Encaminhamos também este material para as escolas do município e do estado, unidades de saúde rural e urbana para que a sociedade se conscientize da importância de debatermos essa questão; de enfrentarmos juntos esse desafio”, destaca a presidente do CMDCA. “Não podemos banalizar a violência. Nós temos que enfrentá-la e nós temos que enfrenta-la prevenindo esse tipo de violência e que infelizmente ocorre principalmente contra as crianças pequenas dentro de suas casas e com pessoas próximas”, reitera.

Presidente do CMDCA, Kellen Servilha, reforça que não podemos banalizar a violência, é preciso enfrentá-la, prevenindo qualquer tipo de violência contra crianças

Entre as principais formas de prevenir casos de abuso está o diálogo com essas crianças e adolescentes, empatia para compreender o que estão sentindo e uma comunicação eficaz com e eles sobre o que querem, o que os está incomodando.

Para a promotora de justiça da infância e juventude Jane Cleide Silva, é importante Marabá ter esse espaço para debater um assunto de grande relevância.

Promotora de justiça, Jane Cleide Silva, ressalta a importância do diálogo em defesa da criança e do adolescente

“A gente espera que a partir desse evento nós tenhamos outros eventos nos anos subsequentes porque é um espaço de diálogo da rede de proteção de Marabá na defesa da criança e do adolescente com a sociedade onde a gente pode alinhar ideias, trocar ideias, construir estratégias de atuação no combate”, observa a promotora.

De acordo com a delegada Ana Carolina Carneiro, a maior parte dos casos de abuso sexual de crianças e adolescentes que ela acompanha em seu trabalho, ocorre no ambiente familiar.

Delegada Ana Carolina Carneiro fala sobre a importância de ensinar a criança a não permitir que ninguém faça mal a ela

Para a delegada, o dia 18 de maio representa uma luta diária de combate também nas áreas da educação, saúde e demais órgãos de proteção da criança e do adolescente. Ela acredita no poder da informação para o combate ao abuso.

“A principal forma de prevenir o abuso e exploração sexual é educação sexual das nossas crianças e adolescentes. E educação sexual para a criança, é diferente de sexualidade. Educação sexual é ensinar as nossas crianças a não permitirem que ninguém faça mal para elas. Vamos ensinar a criança a nomear os órgãos genitais, a não permitir que ninguém toque, a saber diferenciar um toque, uma carícia, de um abuso, um toque indevido; que não existe segredo entre os familiares, entre a mamãe e a criança; a pedir socorro, a falar se algo estiver incomodando. A principal arma no combate ao abuso e exploração sexual é a informação”, pontua a delegada.

Serviço

Para denunciar abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes basta acionar o Conselho Tutelar, Delegacias especializadas ou comuns, Disque Denúncias local ou federal, Polícia Militar, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal.

Telefones: Disque Direitos – 100

                  Em caso de emergência – 190

                  Conselho Tutelar Nova Marabá – 3321-9189 / 988031744

                  Localizado na Folha 31, Quadra 2

                  Conselho Tutelar Cidade Nova – 3324-3450 / 992631415

                  Localizado na Avenida Castelo Branco, nº1639

                  CREAS – 988032216

                  Localizado na Rua Sol Poente, nº2348, Cidade Nova

Texto: Ronaldo Palheta

Fotos: Paulo Sérgio

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://www.carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://www.carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Novo_Projeto_-_2021-07-05T111350990gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016