Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

As máquinas da prefeitura não param na entrada da vila Palmares II para recuperar, o mais breve possível, o trecho que rompeu no dia 31 de dezembro passado depois que uma chuva intensa caiu na região. Com a força das águas, o nível do rio subiu e o asfalto cedeu, abrindo uma grande cratera na via de acesso àquela comunidade.

A ação da prefeitura foi rápida, com a Secretaria Especial de Governo (Segov) enviando equipe para o local, com apoio da Secretaria de Obras (Semob). “Nós tivemos que fazer uma ação de emergência. E isso aqui requer um tempo, uma análise do que aconteceu para que a gente possa fazer uma coisa com perfeição”, explica Eduardo Moura, engenheiro da Segov.

O primeiro passo foi improvisar uma nova via de acesso à Palmares, para os moradores não ficarem ilhados e para que a prefeitura possa realizar um trabalho de qualidade, conforme frisa Eduardo Moura. Para a vazão das águas, aduelas começaram a ser assentadas no rio a fim de garantir a durabilidade do novo asfalto a ser colocado no trecho.

Devido ao período invernoso, a Semob fica impossibilitada de fixar uma data para a conclusão da obra, mas está na corrida contra as chuvas para restaurar o acesso à Palmares II o mais breve possível. “No trecho, tem engenheiros, tem técnico, tem operário, tem equipamento, e nós estamos dando o nosso máximo para que, num breve período de tempo, a gente possa estabelecer essa situação”, diz Eduardo Moura.

 

              

A Prefeitura de Parauapebas lamenta profundamente o falecimento do analista de sistemas José Osmena Veras Silva, que era servidor da Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz) desde 2002 e muito querido entre os colegas de trabalho. Exercia suas funções no setor de contabilidade da secretaria.

Ele estava internado desde o dia 30 de dezembro, com sintomas da covid-19 e veio a óbito na manhã desta quinta-feira, 06. Osmena tinha 52 anos, era natural de Imperatriz (MA) e deixa esposa e dois filhos.

A prefeitura se solidariza e está dando todo apoio necessário à família e amigos neste momento.

Assessoria de Comunicação
Prefeitura de Parauapebas

No último dia do ano sexta-feira 30 de dezembro 2021, o vereador presidente da Câmara Municipal de Canaã dos Carajás, Dinilson José, devolveu a quantia de R$ 5.000,000,00 (cinco milhões de reais) ao poder executivo. O valor é referente ao repasse do duodécimo feito à Câmara para a manutenção das ações realizadas pelos vereadores e que não foi utilizado no decorrer do ano de 2021.

A quantia já está à disposição dos cofres públicos do executivo para ser revertido em benefícios à população.

O duodécimo corresponde aos repasses mensais realizados pelo Poder Executivo Municipal à Câmara Municipal para realização das despesas aprovadas em seu respectivo Orçamento. Garante a autonomia do poder legislativo, provendo os recursos financeiros suficientes para o desenvolvimento das suas atividades.


Esse repasse mensal de valores do Executivo ao Legislativo deve observar a nova redação do art. 168 da Constituição Federal, dada pela Emenda Constitucional 45/2004 e os incisos e parágrafos do art. 29A.

No ranking dos 100 municípios selecionados e avaliados pelo anuário Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil, iniciativa da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) com patrocínio da Huawei e da Tecno It, Manaus (AM), Parauapebas (PA) e Canaã dos Carajás (PA) registraram os maiores valores investidos em 2020, já considerando a correção pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

A capital amazonense somou R$ 1,23 bilhão investidos em obras públicas e melhorias no período analisado, seguida no ranking por Parauapebas (PA), com R$ 487,41 milhões; Canaã dos Carajás (PA), com R$ 364,55 milhões; Boa Vista (RR), com R$ 288,15 milhões; Macapá (AP), com R$ 266,20 milhões; Palmas (TO), com R$ 126,86 milhões; e Porto Velho (RO), com R$ 99,8 milhões.

Também se destacaram nos valores investidos em 2020 os municípios de Vilhena (RO), com montante de R$ 99,5 milhões; Santarém (PA), que totalizou R$ 96,2 milhões; e Marabá (PA), com R$ 95,7 milhões investidos.

RANKING – OS 10 MAIORES INVESTIMENTOS DO NORTE EM 2020

Investimentos sobem nas cidades brasileiras em 2020

Mesmo diante da crise sanitária e econômica causada pela pandemia, os investimentos dos municípios brasileiros cresceram em 2020: foram R$ 65,67 bilhões direcionados à infraestrutura nas cidades, valor 33,7% maior do que o registrado no ano anterior, já considerando a correção pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Com isso, o total investido representou, em 2020, 9,1% do conjunto de suas despesas – o mais elevado percentual dos últimos seis anos. De acordo com Tânia Villela, economista e editora do anuário Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil, o desempenho positivo dos investimentos em 2020 pode ser creditado, principalmente, a três fatores.

“O ano de 2020 foi o último de mandato nas prefeituras, fase na qual normalmente há uma expansão das aplicações. Também houve crescimento nas três principais fontes de recursos que são destinadas aos investimentos, que são os recursos próprios, as transferências de capital recebidas da União e dos estados e as receitas de operações de créditos”, esclareceu.

Além disso, a economista acrescenta os apoios financeiros recebidos pelas administrações municipais para o enfrentamento à pandemia em 2020. “A maior parte dos valores repassados era de livre aplicação”, pontuou Tânia.

 

RANKING – OS 10 MAIORES INVESTIMENTOS MUNICIPAIS DO PAÍS EM 2020

Consulte o anuário completo em: www.fnp.org.br ou www.aequus.com.br/publicacoes/multi-cidades/ 

 

A empresa G.S. Extração e Comércio de Areia Ltda, inscrita no CNPJ nº 82.096.314/0004-47, localizada na Rodovia Transamazônica, BR 230, Km 18,5, bairro Amapá, cidade de Marabá/ PA, com atividade de extração de areia e cascalho em recursos hídricos, torna público que recebeu da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Marabá – SEMMA a Renovação da Licença do Prefeito nº 017/2021, sob processo nº 3273/2015.

Neste ano, com a Pandemia de COVID, o mês de dezembro não foi tão festivo. Cancelamento da festa da empresa, amigos ocultos, chope com várias tribos de amigos. Prejuízo menor para a balança.

Após o Natal é o momento de retomar a organização da sua alimentação, manter rotina de treinos e alimentação, relaxando apenas na noite do dia 31. Natal e Réveillon são datas especiais com preparações com simbolismo. 

A virada do ano é marcada por maior consumo de bebida alcoólica, em doses (1 taça de vinho = 1 lata de cerveja = 1 dose de uísque = 1 dose de vodca) possuem valor calórico similar. A melhor bebida é aquela que você consegue beber menos. Evite excessos, beba para confraternizar e relaxar, fugindo da ressaca do dia seguinte que pode levar ao aumento de peso, mal estar e perda de treinos.

Como negociar a alimentação?

O que mais aumenta o valor calórico de uma preparação é a adição de gorduras: manteiga, creme de leite, queijos e frituras. Fuja ou limite a ingestão de preparações ricas em gorduras.

Atenção às entradinhas, salgadinhos, frituras, queijos e mix de nuts (amendoim, castanha, nozes) possuem maior densidade energética, mais calorias. Dê preferência a entradinhas de canapés, brusquetas, pastinhas com torradas e salgadinhos assados.

Se houver salada, coma antes da refeição principal, ficará mais saciado e conseguirá fazer melhores escolhas e comer de forma moderada. Abuse das folhas, tomate, palmito, cogumelos, abóbora assada, caponata de legumes, salada de lentilha| Grão de Bico | Feijão fradinho. 

Evite molhos à base de creme de leite, queijos, maionese e adicionar batata palha. Os melhores molhos são à base de iogurte, mel com mostarda, vinagre balsâmico, vinagrete e azeite sem “regar”

No prato principal, escolha preparações com cortes mais magros de proteína animal como Filé Mignon, Maminha, Filé de Frango, Peixes, Frutos do mar e Filé Mignon Suíno. Acrescente um acompanhamento mais elaborado como couscous marroquino, purê de maçã ou banana, arroz com amêndoas, batata rústica, purê de batata baroa. Fuja das frituras e gratinados.

Escolha a sobremesa que te dá prazer e complemente com frutas como cereja, lichia, damasco, pêssego e ameixa, frutas da estação.

Neste período de festas, mantenha regularidade de exercício físico, mantenha seus treinos. Se vai comer e beber mais, não dá para se exercitar menos. Inclua os treinos na sua programação, adaptando.

Não deixe de comer as preparações especiais, aproveite o encontro com familiares e amigos. Faça seus pedidos e divirta-se

Um 2021 de muita saúde!

 
 

Cristiane Perroni

Fonte: Runnigheroes

Deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado, nos próximos dias, a portaria sobre o atendimento ao público pelo Departamento Estadual de Trânsito do Pará (Detran/PA) neste fim de ano e início de 2022. Os motoristas e usuários que precisarem do serviço têm até a próxima quinta-feira (30) para ir a sede do órgão ou a alguma regional do Departamento. Isto porque o expediente na sexta-feira (31) será facultado. Depois disso, o atendimento ao público será retomado somente a partir de 10 de janeiro.

De hoje (27) até quinta-feira, o atendimento ao público será feito em horário normal, de 9h às 15h. A suspensão do serviço entre os dias 3 a 7 de janeiro de 2022 ocorrerá em virtude da atualização e manutenção do Sistema de Informática do órgão para o próximo exercício, bem como os ajustes no calendário de licenciamento de veículos automotores, elétricos, articulados, reboques e semi-reboques registrados no Estado.

Também será feita a atualização dos valores das taxas administrativas em decorrência do valor da Unidade Padrão Fiscal do Pará definida pela Secretária de Estado da Fazenda (Sefa) para o próximo ano.

Denilson d’Almeida – Dol

 Políticos e intelectuais estrangeiros alertam que o presidente Jair Bolsonaro pode transformar a Polícia Federal (PF) num instrumento de perseguição aos adversários políticos durante a eleição presencial de 2022. O aviso foi feito por meio de uma carta organizada pelo deputado federal David Miranda (Psol-RJ), na qual pede vigilância sobre possíveis intimidações feitas pelo atual presidente. As informações são do site Conjur.

Entre as ações mencionadas na carta está a recente operação da PF na residência do ex-governador do Ceará Ciro Gomes, pré-candidato à Presidência pelo PDT, além da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2018, cujas acusações apresentadas na Operação Lava Jato já foram derrubadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) neste ano.

A carta, escrita em inglês, foi assinada pelos britânicos Jeremy Corbyn, ex-líder do Partido Trabalhista, e Ken Livingstone, ex-prefeito de Londres. O linguista e filósofo norte-americano Noam Chomsky, o cineasta Oliver Stone, o ex-especialista independente da ONU, Alfred de Zayas, também assinam o texto. A publicação é rubricada ainda pelo congressista democrata Ilhan Omar, além de Mark Weisbrot, do Centro de Estudos em Política Econômica de Washington.

Além de Bolsonaro, a carta cita o ex-juiz Sergio Moro, outro que tentará ser presidente no ano que vem, como uma ameaça à ordem democrática. “Os amigos do Brasil em todo o mundo devem expressar sua consternação com o uso descarado da Polícia Federal para fins de assédio político. Apelamos a todos os que se preocupam com o Brasil e com a causa da liberdade política no mundo a redobrar sua vigilância contra o uso do poder governamental para conter a oposição a Bolsonaro. O Brasil nunca precisou mais de nós”, escreveram.

Operação da Polícia Federal contra Ciro

No último dia 15, o pré-candidato à presidência pelo PDT Ciro Gomes foi alvo de uma operação da Polícia Federal junto com seu irmão, o senador Cid Gomes (PDT-CE). Para o ex-governador cearense, tratou-se de uma ação de cunho político ordenada pelo presidente Jair Bolsonaro. O mandado de busca e apreensão tinha como motivação supostas irregularidades em obras do estádio Castelão, no Ceará, para a Copa do Mundo de 2014. 

“Não tenho mais dúvida de que Bolsonaro transformou o Brasil num Estado Policial que se oculta sob falsa capa de legalidade”, reagiu o presidenciável na ocasião. O pedetista também considerou o pretexto da operação da PF como “pitoresco”. “Não tenho dúvida de que esta ação tão tardia e despropositada tem o objetivo claro de tentar criar danos à minha pré-candidatura à presidência da República”, justificou.

Leia a carta na íntegra

“Na quarta-feira, 15 de dezembro de 2021, a Polícia Federal do Brasil invadiu o apartamento de Ciro Gomes, candidato à presidência do Brasil, em Fortaleza, Ceará, e apreendeu aparelhos eletrônicos e papéis supostamente ligados a uma investigação de fatos que teriam ocorrido entre 2010 e 2013.

Ciro Gomes nunca foi condenado, nem mesmo acusado, de qualquer atividade corrupta em sua longa carreira política. À época dos eventos em questão, ele não exercia funções públicas — no governo estadual ou em qualquer outra parte da estrutura governamental do Brasil.

Essa operação de busca e apreensão sinaliza um novo e perigoso momento na corrida para as eleições presidenciais do Brasil em outubro de 2022. A Polícia Federal, diretamente sob o controle do presidente Bolsonaro — e com facções ainda leais ao ex-juiz Sergio Moro, o juiz corrupto que prendeu Lula em 2018 e agora também concorre à presidência —, agora serve para intimidar os oponentes de Bolsonaro na eleição. Os amigos do Brasil em todo o mundo devem expressar sua consternação com o uso descarado da Polícia Federal para fins de assédio político. Apelamos a todos os que se preocupam com o Brasil e com a causa da liberdade política no mundo a redobrar sua vigilância contra o uso do poder governamental para conter a oposição a Bolsonaro. O Brasil nunca precisou mais de nós”. Fonte: Rede Brasil

 

 Políticos e intelectuais estrangeiros alertam que o presidente Jair Bolsonaro pode transformar a Polícia Federal (PF) num instrumento de perseguição aos adversários políticos durante a eleição presencial de 2022. O aviso foi feito por meio de uma carta organizada pelo deputado federal David Miranda (Psol-RJ), na qual pede vigilância sobre possíveis intimidações feitas pelo atual presidente. As informações são do site Conjur.

Entre as ações mencionadas na carta está a recente operação da PF na residência do ex-governador do Ceará Ciro Gomes, pré-candidato à Presidência pelo PDT, além da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2018, cujas acusações apresentadas na Operação Lava Jato já foram derrubadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) neste ano.

A carta, escrita em inglês, foi assinada pelos britânicos Jeremy Corbyn, ex-líder do Partido Trabalhista, e Ken Livingstone, ex-prefeito de Londres. O linguista e filósofo norte-americano Noam Chomsky, o cineasta Oliver Stone, o ex-especialista independente da ONU, Alfred de Zayas, também assinam o texto. A publicação é rubricada ainda pelo congressista democrata Ilhan Omar, além de Mark Weisbrot, do Centro de Estudos em Política Econômica de Washington.

Além de Bolsonaro, a carta cita o ex-juiz Sergio Moro, outro que tentará ser presidente no ano que vem, como uma ameaça à ordem democrática. “Os amigos do Brasil em todo o mundo devem expressar sua consternação com o uso descarado da Polícia Federal para fins de assédio político. Apelamos a todos os que se preocupam com o Brasil e com a causa da liberdade política no mundo a redobrar sua vigilância contra o uso do poder governamental para conter a oposição a Bolsonaro. O Brasil nunca precisou mais de nós”, escreveram.

Operação da Polícia Federal contra Ciro

No último dia 15, o pré-candidato à presidência pelo PDT Ciro Gomes foi alvo de uma operação da Polícia Federal junto com seu irmão, o senador Cid Gomes (PDT-CE). Para o ex-governador cearense, tratou-se de uma ação de cunho político ordenada pelo presidente Jair Bolsonaro. O mandado de busca e apreensão tinha como motivação supostas irregularidades em obras do estádio Castelão, no Ceará, para a Copa do Mundo de 2014. 

“Não tenho mais dúvida de que Bolsonaro transformou o Brasil num Estado Policial que se oculta sob falsa capa de legalidade”, reagiu o presidenciável na ocasião. O pedetista também considerou o pretexto da operação da PF como “pitoresco”. “Não tenho dúvida de que esta ação tão tardia e despropositada tem o objetivo claro de tentar criar danos à minha pré-candidatura à presidência da República”, justificou.

Leia a carta na íntegra

“Na quarta-feira, 15 de dezembro de 2021, a Polícia Federal do Brasil invadiu o apartamento de Ciro Gomes, candidato à presidência do Brasil, em Fortaleza, Ceará, e apreendeu aparelhos eletrônicos e papéis supostamente ligados a uma investigação de fatos que teriam ocorrido entre 2010 e 2013.

Ciro Gomes nunca foi condenado, nem mesmo acusado, de qualquer atividade corrupta em sua longa carreira política. À época dos eventos em questão, ele não exercia funções públicas — no governo estadual ou em qualquer outra parte da estrutura governamental do Brasil.

Essa operação de busca e apreensão sinaliza um novo e perigoso momento na corrida para as eleições presidenciais do Brasil em outubro de 2022. A Polícia Federal, diretamente sob o controle do presidente Bolsonaro — e com facções ainda leais ao ex-juiz Sergio Moro, o juiz corrupto que prendeu Lula em 2018 e agora também concorre à presidência —, agora serve para intimidar os oponentes de Bolsonaro na eleição. Os amigos do Brasil em todo o mundo devem expressar sua consternação com o uso descarado da Polícia Federal para fins de assédio político. Apelamos a todos os que se preocupam com o Brasil e com a causa da liberdade política no mundo a redobrar sua vigilância contra o uso do poder governamental para conter a oposição a Bolsonaro. O Brasil nunca precisou mais de nós”. Fonte: Rede Brasil

 

São Paulo – A população da capital paulista segue sofrendo com a falta de remédios na rede municipal de saúde. Especialmente, com a falta absoluta de fraldas geriátricas para pacientes idosos e acamados. Há alguns meses o governo do prefeito Ricardo Nunes (MDB) tem deixado faltar uma série de medicamentos e outros itens. A administração alega que a pandemia elevou o custo e prejudicou a disponibilidade dos medicamentos.

Mas a situação vem se agravando. Em novembro, havia pouco mais de mil itens em falta no Centro de Distribuição de Medicamentos e Correlatos da prefeitura. Hoje, porém, já são mais de 1.800 itens em falta.

Um item totalmente zerado são as fraldas geriátricas, fazendo com que familiares de pessoas acamadas e idosos tenham que se virar para comprar. Moradora da Chácara Santo Antônio, na zona sul da capital paulista, Marcia Pedace retirou as fraldas para sua tia, na Unidade Básica de Saúde, pela última vez, em agosto deste ano. Além da dificuldade com fraldas, ela relata estar com problemas para receber medicamentos de alto custo que deveriam ser fornecidos pelo governo estadual. “E sempre sem previsão. Está muito difícil pra gente. São produtos caros. “Ouça a entrevista, na Rádio Brasil Atual.

Falta de remédios faz desempregado tirar de onde não pode
A catadora de recicláveis Laura Araújo, moradora do Jardim Tietê, na zona leste da cidade de São Paulo, também relata dificuldades para conseguir vários medicamentos na rede municipal. “Fica muito difícil porque a gente não tem muito recurso. Eu trabalho com coleta de reciclável. E tenho um filho especial, que toma remédio controlado também”, lamenta.

Entre os medicamentos em falta estão o Besilato de Anlodipino, usado por pessoas com problemas cardíacos, e Hidroclorotiazida e Atenolol, para tratamento da pressão alta. Também está em falta a Metformina de 500 miligramas, usada no tratamento do diabetes tipo 2, e antibióticos como Azitromicina, Levofloxacino e Amoxicilina. Assim como a Prednisolona. Outro grupo afetado pela falta de remédios são os psicotrópicos, como Carbamazepina, para epilepsia.

Os pacientes não conseguem encontrar ainda Isoniazida e Rifampicina, contra tuberculose, doença que vem se expandindo na capital paulista. Além destes, estão em falta vários tipos de tubos para coleta de sangue, tiras reagentes para medição de glicose, seringas de 3 e 10 mililitros, seringas de insulina de 0,5 e 1

mililitro, curativos, gazes, coletor de urina, bolsa de colostomia.
Sulfato Ferroso e Ácido Fólico, usados por gestantes para garantir o pleno desenvolvimento do bebê e em recém-nascidos, também estão na lista dos remédios em falta nas UBS da capital.

A confeiteira Ingrid Novais, moradora do Grajaú, no extremo sul da cidade, também não consegue remédios para a filha Elis há algum tempo. Assim, acaba tendo de se virar para comprar com um dinheiro que já falta para outras demandas. “São remédios básicos, sabe? É bem complicado e revoltante. Com a pandemia muita pessoas perderam o emprego. Eu também estou desempregada”, diz.

Sem prazo para resolver
O governo Ricardo Nunes informou ainda que todos os medicamentos e insumos citados estão em processo de aquisição ou de entrega para as unidades saúde. Mas não apresentou um prazo para sanar o problema de falta de medicamentos e materiais. Fonte: Rede Brasil

Sul e Sudeste do Pará

Loading
https://www.carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://www.carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Novo_Projeto_-_2021-07-05T111350990gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016