Recorde: Dirceu tem quase 50 projetos aprovados em 2021 Destaque

 
 
 
 
Parlamentar apresentou, ainda, mais de 100 ações parlamentares entre novos projetos e moções durante no último ano.
 
Em 2021, a Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) votou exatos 50 projetos de autoria do deputado estadual Dirceu Ten Caten e aprovou 47 deles, dos quais, 42 projetos de lei, 4 projetos de indicação e uma Proposta de Emenda à Constituição. 
 
Durante o ano passado, Dirceu apresentou 66 novos projetos que estão tramitando; enviou 45 monções aos órgãos competentes para solucionar problemas nos municípios e destinou 29 emendas parlamentares com recursos por todo o estado.
 
Apesar das limitações sanitárias por conta da pandemia da Covid-19, o parlamentar visitou 88 municípios, onde prestou contas à população das ações do Mandato Bote Fé.
 
Projetos destaques aprovados em 2021
 
Além da Semana Estadual do Bem Viver, a chamada "PEC do fica Espanhol" foi aprovada após intensa articulação parlamentar para que o ensino da língua estrangeira volte a ser obrigatório no Pará.
 
Os deputados aprovaram também a proposta que obriga os hospitais a oferecerem uma sala de relaxamento para profissionais de enfermagem que enfrentam uma exaustiva rotina de trabalho.
 
Foram aprovados, ainda, os projetos que instituem  o Programa Estadual de Combate à Fome; a ampliação da licença-paternidade para servidores estaduais, o Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia (IECTPA), além da inserção do Direito Constitucional, do Consumidor e Educação Fiscal na grade curricular do ensino médio paraense.
 
Propostas que viraram realidade em 2021
 
Aprovado em 2016 pela Alepa, em 2021 o primeiro Hospital da Mulher teve suas obras iniciadas no centro de Belém. A criação do hospital foi indicada por meio do Projeto n°24/2015, de autoria do deputado Dirceu. 
 
A CNH Pai D'égua, que ofereceu inicialmente 10 mil carteiras de habilitação para a população de menor renda, também foi uma indicação do deputado Dirceu por meio do projeto n°42/2016.
 
Outra proposição de destaque refere-se à obrigatoriedade de condomínios residenciais comunicarem as autoridades a ocorrência de violência doméstica contra idosos, crianças e mulheres. A proposta virou a lei estadual n° 9.278 e já está em vigor em todo o Pará. 
 
Projetos de lei em destaque apresentados em 2021
 
Uma proposta importante é o projeto de lei que garante aos participantes de concursos públicos que não sejam automaticamente desclassificados para que, caso seja interesse da administração pública, possam ser nomeados mesmo que o número de vagas seja inferior.
 
O que evita que os cofres públicos sejam onerados com novos concursos, quando já existem candidatos com desempenho satisfatório e adequado ao cargo proposto. 
 
Um dos mais importantes projetos apresentados em 2021 refere-se à Semana Estadual de Luta em Defesa da Política de Assistência Social, uma bandeira pelos programas sociais, pelos trabalhadores da assistência social e pela população em vulnerabilidade social que precisa das políticas sociais. 
 
 
 
Principais projetos de indicação apresentados em 2021
 
Em 2021 Dirceu sugeriu a criação de duas novas universidades públicas: uma com sede em Marabá, que surgiria do desmembramento da Uepa e se tornaria a Uesspa, a Universidade Estadual do Sul e Sudeste do Pará e uma outra que teria sede em Santarém e seria chamada de Ueopa (Universidade Estadual do Oeste do Pará), seria também um desmembramento da Uepa naquela região.
 
A indicação da criação do Programa Estadual de Assistência Estudantil (PEAES) é um dos projetos indicativos de 2021 e o objetivo é que estudantes do ensino médio e superior possam ser contemplados com uma espécie de auxílio garantido pelo Governo do Pará para incentivá-los a não desistir dos estudos. O programa se estenderia entre atividades de ensino, pesquisa e extensão.
 
Pela infância e juventude, o Mandato Bote Fé apresentou a proposta de criação de um cadastro para a proteção de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. A ausência de uma ferramenta robusta que reúna informações fundamentais influencia na prestação de serviços sociais de proteção.
Avalie este item
(0 votos)
Loading
https://www.carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://www.carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Novo_Projeto_-_2021-07-05T111350990gk-is-100.jpglink