No último dia 4, de maneira conjunta, as forças de segurança do município e do estado deram início à Operação Heimdall 5.0, visando o combate à criminalidade e à redução dos índices de acidentes no trânsito. Em pontos estratégicos, os agentes intensificaram as orientações aos condutores e reforçaram as fiscalizações em geral.

Além do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) e da Guarda Municipal de Parauapebas, a ação integrada contou ainda com a atuação das polícias Civil e Militar, além do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran).

Nos três primeiros dias de operação, as forças de segurança realizaram mais de mil abordagens a veículos; recuperação de duas motocicletas com registro de roubo; 124 autos de infração; 70 notificações; 50 remoções de veículos.

Os agentes notificaram também crimes de trânsito, entre eles, oito registros de alcoolemia, onde os condutores foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil.

Além disso, a Polícia Militar ainda fez a captura de um foragido da justiça. Nesta primeira semana, a Heindall 5.0 envolveu, de forma planejada e coordenada, a participação de mais de 200 agentes de segurança e cerca de 40 veículos, entre motocicletas e viaturas.

Denis Assunção, titular da Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), destaca a importância da sinergia entre as forças de segurança, reafirmando o compromisso com a população. “Vamos sempre buscar essa parceria. Essa união é necessária para dar continuidade a um trabalho que tem um único propósito, que é a segurança dos nossos munícipes,” afirma o secretário.

De acordo com a diretora interina do DMTT, Luciene Lima, durante a operação também foi verificado o cumprimento de normas de trânsito. “Juntamente com o Detran, verificamos as condições de regularidade, circulação de veículos, e realizamos testes com o uso de etilômetros para fiscalizar os casos de alcoolemia”, explica.

O comandante da Guarda Municipal, Giego Lúcio, reforça a importância da união entre as instituições e que operações dessa natureza devem ser realizadas com frequência. “Atuar em conjunto com as demais forças é essencial para a segurança de todos. Nosso município cresce a cada dia e isso requer uma força-tarefa para garantir mais tranquilidade à nossa população”, destaca.

A operação percorreu diferentes localidades e segue até o fim deste mês.

 

Texto: Joice Lima/Semsi

Fotos: Operação Heimdall

Assessoria de Comunicação/PMP

Mulheres da região do Complexo Tropical puderam realizar diversos serviços na abertura oficial da campanha Agosto Lilás, dedicada à divulgação da Lei Maria da Penha e prevenção à violência doméstica e familiar, realizada na segunda-feira, 08, no Parque dos Ipês. Com o tema “Você não está sozinha!”, a programação conta com outras atividades a serem executadas ao longo do mês de agosto.

Emissão de documentos, atualização do Cadastro Único, atendimento ginecológico, orientação jurídica, social e psicológica, aferição de pressão e glicemia, massagem relaxante, além dos serviços de embelezamento, proporcionados pelo Projeto Divando. As mulheres puderam fazer sobrancelhas, corte de cabelo e limpeza de pele.

Dona Nilda Ferreira aproveitou para dar um trato no visual. “Eu vim participar da apresentação de zumba aí eu aproveitei e arrumei a sobrancelha, agora estou cortando o cabelo. Achei maravilhoso”, conta a dona de casa. Já a dona Maria Aldinete Mendes foi logo emitir seu documento para depois fazer a sobrancelha. “Eu vim aqui tirar minha identidade e arrumar minha sobrancelha. Fui muito bem atendida, as meninas são todas muito legais”, elogia.

Você não está sozinha!

A Rede de Atendimento à Mulher de Parauapebas oferece uma estrutura completa para auxiliar meninas e mulheres a romperem um ciclo de violência. “No Agosto Lilás, a gente vem conscientizar e informar que existe uma rede de atendimento para mulheres. Existe a Secretaria da Mulher, que acolhe, que tem segurança para elas. Temos uma casa abrigo, um centro jurídico e um centro de capacitação também. São estruturas que ajudam a sair daquele ciclo de violência”, explica a secretária adjunta da Mulher, Geisiane Sousa.

Além das estruturas mencionadas pela secretária, a Rede de Atendimento também conta com a Patrulha Maria da Penha, que monitora diariamente mulheres que possuem medidas protetivas. E o Centro de Referência para Mulher que presta acolhimento e atendimento psicológico e social.

O prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, relembra que em sua primeira gestão foi criada a Secretaria da Mulher e, a partir de então, diversas outras políticas para o público feminino foram discutidas e implantadas. “É um momento realmente de muito orgulho para mim, de poder dizer que nós temos programas consistentes no nosso município de prevenção à violência praticada em casa, muitas vezes pelos próprios companheiros”, comenta o chefe do executivo.

 

Texto: Morgana Albuquerque

Fotos: Orion Lima

Assessoria de Comunicação/PMP

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdcap) de Parauapebas irá selecionar em setembro deste ano planos de trabalho de organizações da sociedade civil (OSCs), com o principal objetivo de desenvolver políticas públicas de apoio às crianças e adolescentes no enfrentamento as violações de seus direitos.

Os projetos selecionados serão fomentados com recursos que variam entre R$ 250 mil e R$ 450 mil, do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Parauapebas (FMDCAP), num total de R$ 1,8 milhão. A parceria terá duração de 18 meses, ou seja, irá até o final de 2023.

O edital de Chamamento Público foi publicado pela prefeitura nesta segunda-feira, 8, e pode ser acessado AQUI.

Para participar, a entidade deve estar inscrita há pelo menos um ano no Comdcap e atender uma a série de exigências estabelecidas no edital. As propostas de trabalho devem ser encaminhadas nos dias 21 e 22 de setembro deste ano. O resultado da seleção será divulgado dia 28 de setembro.

São seis tipos de ações que as organizações irão executar:

  • Prevenção e combate ao uso de bebidas alcoólicas, cigarros e outras drogas por crianças e adolescentes;
  • Combate à gravidez na adolescência;
  • Orientação para planejamento familiar e acompanhamento do pré-natal e prevenção da mortalidade infantil;
  • Enfrentamento ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes;
  • Prevenção ao suicídio, depressão e automutilação;
  • Prevenção de mortalidade-infanto-juvenil por causas externas.

Estas ações se referem, prioritariamente, aos programas de proteção especial às crianças e aos adolescentes expostos a situações de risco pessoal e social, cujas necessidades de atenção extrapolam o âmbito de atuação das políticas sociais básicas”, diz o edital.

 

Texto: Hanny Amoras
Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

O Instituto Consulplan será o responsável pela realização do concurso público de provas e títulos da Câmara Municipal de Parauapebas. O certame – que destina cargos de nível superior e ensino médio – será destinado ao preenchimento de vagas do quadro de servidores e formação de cadastro de reserva, mediante as condições estabelecidas no edital.

Sem dúvida, esse é um dos editais mais esperados pelos concurseiros de plantão. A evidência de um bom salário e estabilidade de vida é o grande atrativo para muita gente.

As inscrições se realizarão exclusivamente via Internet, das 16h00min de hoje 8 de agosto de 2022 às
16h00min do dia 8 de setembro de 2022, no site www.institutoconsulplan.org.br.

Serão disponibilizados os cargos 

ENSINO MÉDIO

  • Agente de Polícia Legislativa – vencimento base de R$ 4.128,84
  • Técnico em Tecnologia da Informação – vencimento base de 4.128,84
  • Operador de Som – vencimento base de 4.128,84

ENSINO SUPERIOR

  • Analista de Controle Interno – vencimento base de R$ 11.559,26
  • Analista de Sistemas – vencimento base de R$ 7.346,86
  • Redator Legislativo – vencimento base de R$ 7.346,86

Os valores das taxas de inscrição serão:

a) R$ 75,00 (setenta e cinco reais) para os cargos de NÍVEL SUPERIOR; e
b) R$ 70,00 (setenta reais) para os cargos de MÉDIO.

Acordar cedo, preparar a mochila com todos os materiais escolares necessários para a rotina de todo estudante, aquele brilho no olhar e muita disposição, em ir atrás do sonho de ingressar em uma universidade pública, foi com esse objetivo, que cerca de 500 de jovens de 15 a 29 anos se reuniram no plenário da Câmara Municipal de Parauapebas neste último sábado, 06, para participarem da primeira aula inaugural do Projeto Tamo Junto no Enem, idealizado pela Prefeitura Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal da Juventude (Sejuv). Todos os alunos que estiveram presentes aproveitaram a chance de se inscreverem de forma on-line em uma das vagas, que estiveram disponíveis de 01 a 05 de agosto.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), é o método mais concorrido de avaliação entre os estudantes que pretendem cursar o ensino superior em instituições acadêmicas públicas ou privadas. No sábado, 06, centenas de alunos puderam confirmar o tamanho da força de vontade em participar deste concorrido meio de aprovação, ao soarem o famoso “presente” no primeiro dia de aula.

Durante a solene a aula inaugural foram convidados para dar boas-vindas aos futuros universitários, o vice-prefeito de Parauapebas, João Trindade que reforçou os avanços do governo municipal voltados para a educação. Um dos compromissos prioritários da atual gestão é preparar os jovens para encarar o mercado de trabalho no futuro.  “Esse talvez seja o maior investimento social – econômico que um governo pode fazer na sociedade, porque sabemos que uma vaga em uma faculdade federal é difícil, então o governo está preocupado em desenvolver a sua juventude. Esse ano tivemos alguns avanços significativos como a UEPA que já vai fazer a seletiva no vestibular. O governo está trabalhando para fortalecer isso”, detalhou o vice.

O secretário da Juventude, Yuri Sobiesk, explicou a grandeza do projeto. “A prefeitura cria condições de acesso às universidades para a juventude em situação de vulnerabilidade em Parauapebas. É uma iniciativa importante que visa colocar igualdade para prestar o Enem e demais vestibulares. Estamos muito felizes em receber esses 500 matriculados. Entregamos o kit de uniforme, além da confirmação da inscrição”, detalhou o secretário.

O gestor da Juventude pontuou ainda, que Parauapebas é a primeira cidade da região a implantar a iniciativa, em apoiar  aos que estudam ou que já concluíram o ensino médio nas escolas públicas do município. “As inscrições já se encerraram e foi um sucesso. Todos os públicos puderam participar sem distinção, apenas tivemos que seguir como critério a faixa etária considerada pela Constituição Federal do Brasil que compreende ser jovem apenas o público de 15 a 29 anos de idade, sendo esse também o público alvo da Sejuv, além disso, o cadastro só valeria se comprovasse que estão matriculados no Enem desse ano”, detalhou Sobieski.

Os alunos do Tamo Junto no Enem também puderam conhecer os mestres que estarão empenhados em apoiá-los durante esse processo intenso de aprendizado. A professora e também diretora de Planejamento e Projetos da Sejuv, Adriana Valadares chegou motivando a garotada e ao lado dela, o professor, Arilson Paixão.  Após o cerimonial, os alunos seguiram o resto do dia aquecendo o raciocínio como destino ao Enem .

Gabriela Gonçalves está otimista, segundo a estudante sonha em ser advogada. “É uma grande oportunidade para os jovens, porque quando a gente chega no Enem dá aquele susto, com essa oportunidade a gente fica mais tranquila e mais segura. Eu parabenizo a Sejuv, porque o jovem precisa desse empurrãozinho. Sempre sonhei em fazer Direito e vou lutar por isso”, destacou a vestibulanda.

Quem também aproveitou a chance foi Kaique Souza, ele detalha que não possui recursos para custear sua formação. Há um ano terminou o ensino médio e desde então, vem se dedicando ao ingresso à Universidade Federal.  “A Prefeitura está abrindo várias oportunidades para os estudantes de baixa renda aqui de Parauapebas. Eu mesmo sou um aluno de baixa renda, sempre estudei em escola pública, mas vou correr atrás da minha vaga na Federal e quero medicina. Eu vou continuar lutando até conseguir”, finalizou.

A Câmara Municipal durante esse período estará todos os sábados recebendo esses estudantes com aulas preparatórias.  Ao todo serão 144 horas de aulas ministradas, entre 06 de agosto e 12 de novembro, porém, segundo a coordenação, dia 05 de novembro está agendado o corujão de estudos. O Enem 2022 acontece nos dias 13 e 20 de novembro e até lá os estudantes terão a missão de revisar conteúdos e se dedicarem ao máximo em busca dos objetivos.

 

Texto Cleidi Rodrigues

Fotos Elienai Araújo

As disputas pelas oitavas de final das Olimpíadas Movaspp foram acirradas. 12 equipes disputaram seis vagas para a próxima fase da competição. Os confrontos finais serão neste sábado, a partir das 17h, no Ginásio Poliesportivo Islander Sousa. A programação segue até novembro, envolvendo diversas atividades, com o intuito de promover um ambiente de trabalho mais saudável.

O Movimento de Valorização do Servidor Público de Parauapebas (Movaspp) é organizado pela Coordenadoria de Treinamentos e Recursos Humanos (CTRH). Segundo Anny Pontes, “o servidor sendo valorizado, ele tende a trabalhar melhor e mais feliz, ter um rendimento maior e atender melhor”, afirma a coordenadora do Movaspp.

Os servidores vestem as camisas de suas secretarias e entram em quadra com muita garra em busca de conquistar o título de campeão. “Hoje foi uma grande vitória, respeitando nosso adversário. Espero que aconteça tudo na normalidade e a gente possa chegar na final e, consequentemente, conseguir o título aqui pra Semel”, comenta o atleta Dinho Marcos após vencer o confronto com a Semmect.

“A gente tá bastante feliz por esse movimento do servidor público. É um incentivo na primeira semana que a gente vem do recesso e a gente já compartilhar com os companheiros de outras secretarias é muito bom. A gente está muito motivado nessa competição”, conta Dinho Marcos, servidor da Semel.

Superação

Para a coordenadora da CTRH, Elvenir Dalferth, é um momento de muita emoção, diante dos últimos acontecimentos. “Hoje, nós estamos demonstrando uma superação. Com as nossas atividades, com tudo que aconteceu, os nossos servidores estão mostrando o que são capazes e o tanto que nós estamos mobilizados”, conta.

Anny Pontes, coordenadora do Movaspp, também relembra o incêndio que atingiu o prédio administrativo da Prefeitura de Parauapebas. “Depois de vir de um movimento como esse, em que a gente perde a nossa casa, a gente ficou refletindo: nós paramos ou nós seguimos? Mas o servidor precisa de um alento, a gente precisa seguir com o movimento porque o servidor está em primeiro lugar”, reflete.

 

Texto: Morgana Albuquerque

Fotos: Renato Resende

Assessoria de Comunicação/PMP

Colaborar com o trabalho dos guardas municipais e garantir mais segurança à população – essas são algumas das atribuições dos mais de 200 instrumentos de menor potencial ofensivo recebidos pela Guarda Municipal de Parauapebas (GMP) durante a manhã de sexta-feira, 5 de agosto, na sede da instituição, localizada na avenida B, no bairro Cidade Jardim.   

Entre as aquisições estão jatos diretos de pimenta de curto alcance, munições lacrimogêneas, projéteis de médio alcance lacrimogêneo, diversos projéteis de borracha, cartuchos para armas portáteis, munições de advertência, granadas lacrimogêneas, de alta emissão, de efeito moral, de luz e som, de pimenta, de movimentos aleatórios (“bailarina”), e granadas indoor de luz e som, assim como, as estruturas base dos lançadores AM 640, dentre outros equipamentos.

Segundo o secretário municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão, Denis Assunção, essa é mais uma conquista da Guarda Municipal, que tem somado forças aos órgãos de segurança pública. “Esse é mais um grande passo para os GMs, que vivem uma série de reestruturações, treinamentos e investimento da corporação. Isso mostra o comprometimento que a gestão tem com a população e seu efetivo”, afirma.

O comandante da GMP, Giego Lúcio, reforça que os equipamentos vão garantir mais segurança aos guardas e aos cidadãos. “Eles serão usados para o combate à criminalidade no município, sendo fundamentais para garantir a proteção do agente e da população. Estes armamentos, de baixa letalidade ou até mesmo não-letais, vão servir em situação de desordem, que envolvam agressão ou resistência, cujo guarda tenha esgotado todos os níveis antecedentes ao uso progressivo de força”, explica.

Ele cita que alguns agentes já passaram por treinamento e estão aptos para fazer uso dos instrumentos e a expectativa é que os demais guardas também passem por capacitação ainda neste ano.

Na oportunidade, também aconteceu o ato de apresentação e revista à tropa, o qual o comando conduz as vistorias para saber se os uniformes dos guardas estão de acordo com a Lei n° 4.665, de 23 de junho de 2016 (alterada pela lei 4.779, de 29 de abril de 2019) que institui o auxílio-uniforme destinado aos servidores da GMP e Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) e elenca os itens que compõe o uniforme padrão da instituição.

Divididos em pelotões, os mais de 100 agentes que estavam presentes no momento da revista representavam as equipes do Patrulhamento Ordinário (PO), administrativo, Grupamento de Ações com Cães (GAC), Ronda Ostensiva Municipal (Romu), Ronda Ostensiva Motorizada (Romo), Patrulhamento Maria da Penha e Grupamento Comunitário Escolar (GCE).

Regulamentação dos novos armamentos

A Guarda Municipal compõe o rol dos órgãos de segurança previstos no artigo 144 da Constituição Federal, integrando o Sistema Único de Segurança Pública (Susp), conforme inciso VII, artigo 9º, da Lei Federal n°13.675, de 11 de junho de 2018.

O decreto n° 001, de janeiro de 2022, regulamenta o uso de instrumentos de menor potencial ofensivo pelos guardas municipais de Parauapebas, considerando o parecer 008/2021- da Procuradoria Geral do Município (PGM), que autoriza o uso dos instrumentos, desde que haja habilitação técnica, entre outras medidas legais.

 

Texto: Sara Nascimento e Kênia Santana/Semsi

 Fotos: Irisvelton Silva/Semsi

Assessoria de Comunicação/PMP

A cerimônia do juramento à Bandeira Nacional é um ato solene importante para o jovem militar, e que representa formalmente um compromisso com a Nação. Em Parauapebas, a solenidade de juramento foi realizada na manhã desta sexta-feira, 5, na Praça do Cidadão, onde reuniu autoridades e dezenas de cidadãos dispensados do serviço militar inicial.

O momento contou com a participação de representantes do 23º Grupamento Bombeiro Militar, da Polícia Militar, Banda de Música da Guarda Municipal, além do secretário de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão, Denis Assunção, e o vice-prefeito João Trindade.

Em seu pronunciamento, Denis Assunção destacou a importância do compromisso à bandeira. “Este momento de dispensa de obrigação militar significa que vocês podem ser chamados para representar o nosso país, assim como eu posso ser chamado. E isso deve ser feito com dedicação. Nessa dispensa fica nítida a cidadania que as pessoas devem ter”, diz o titular da Semsi.

João Trindade, se mostrou feliz e agradecido por cada jovem presente. “A partir de agora, a responsabilidade aumenta, e temos consciência que todos estão preparados para a missão de honrar a pátria”, comenta o vice-prefeito.

Vinculada ao Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), a 113ª Junta do Serviço Militar teve as formalidades suspensas por conta da pandemia da Covid-19 e agora, após quase dois anos, as solenidades voltarão a ocorrer periodicamente, sendo às quintas-feiras na unidade da Feira do Produtor e, toda sexta-feira, no SAC do Rio Verde.

O atendimento da Junta de Serviço Militar é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, nas duas unidades do SAC.

Compromisso previsto em lei

A solenidade de juramento à Bandeira Nacional está prevista no artigo 217 do Regulamento da Lei do Serviço Militar. No ato, o cidadão dispensado da prestação de Serviço Militar Inicial assume o compromisso de que se apresentará imediatamente em caso de uma convocação de emergência pelo Exército.

 

Texto: Joice Lima/Semsi

Fotos: Irisvelton Silva/Elienai Araújo

Assessoria de Comunicação/PMP

“Você não está sozinha!” a mensagem, que é tema da campanha Agosto Lilás deste ano, serve como aviso para que mulheres que vivenciam algum tipo de violência doméstica e familiar, saibam que podem contar com a Rede de Atendimento à Mulher de Parauapebas. A estrutura é fundamental no processo de rompimento do ciclo de violência.

Em 2022, a Lei Maria da Penha completa 16 anos de existência, no dia 07 de agosto. Ao longo do mês, serão realizadas ações socioeducativas em alusão à data e com o intuito de prevenir e fortalecer o enfrentamento à violência doméstica no município. A programação inclui prestação de serviços, palestras e cursos de qualificação.

O Agosto Lilás tem como objetivo principal intensificar a divulgação da Lei Maria da Penha, sensibilizar e conscientizar a sociedade sobre o fim da violência contra a mulher. Além disso, divulga os serviços especializados da rede de atendimento à mulher em situação de violência e os mecanismos de denúncia existentes, incentivando as mulheres a terem novas atitudes frente à violência.

A campanha também proporciona à sociedade a reflexão sobre perspectiva de gênero, fundamental para a compreensão de como os diferentes papéis e expectativas atribuídos socialmente a homens e mulheres, constroem estereótipos que resultam em violências.

Abertura oficial

Para dar o pontapé inicial, a abertura da campanha será marcada por muita prestação de serviço, destinados exclusivamente para as mulheres. Serão ofertados serviços de embelezamento feminino, atualização de CadÚnico, emissão de documentos e atendimentos da Unidade Móvel Saúde da Mulher. As interessadas devem comparecer na próxima segunda-feira, 08, a partir das 15h, no Parque dos Ipês.

Todas as ações da campanha serão realizadas em parceira com os órgãos que compõem a Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher no município; Conselho Municipal da Mulher e lideranças das equipes, que fazem parte do projeto “Encontro da Mulher de Parauapebas”.

Confira a programação completa aqui!

 

Texto: Morgana Albuquerque

Assessoria de Comunicação/PMP

A bola vai rolar para o XV Campeonato Rural de Futebol 2022, mas antes ocorreu na manhã desta sexta-feira, 5, o Congresso Técnico da competição, que contou com a participação dos representantes das 34 comunidades que vão participar do certame desta temporada. O evento ocorreu no Ginásio Poliesportivo Islander Souza, no bairro Beira Rio, onde a organização explicou sobre o regulamento, entregou as fichas de inscrição e realizou o sorteio das chaves.

“As expectativas são as melhores possíveis para o Campeonato Rural. Um projeto no qual o governo municipal abraçou e que deu muito certo entre os desportistas da zona rural de Parauapebas. Já vamos para a 15ª edição e valorizando como um todo as 34 comunidades rurais que fazem parte do torneio. Fizemos o sorteio das chaves e cada representante saiu satisfeito com a transparência que foi feito. Esperamos uma grande competição para 2022”, frisa Abreu Lima, coordenador do Campeonato Rural.

A competição será promovida pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), que para a temporada de 2022 terá o apoio da Liga Esportiva de Parauapebas (LEP), sendo a organizadora do campeonato. O Campeonato Rural de Futebol começa no dia 28 de agosto na comunidade Vila Carimã, onde serão entregues os materiais esportivos como camisas, calções, meiões e bolas para os 34 times participantes.

“O nosso coração fica a mil, porque o Campeonato Rural é uma grande experiência e um resgate de valores entre as comunidades. Tenho certeza que vamos ter jogadores que vão se destacar na competição e isso graças ao governo municipal que vem oportunizando cada vez mais os atletas promovendo grandes campeonatos. Nossa comunidade vai brigar pelo título de campeão nessa edição de 2022”, afirma Lailson Sales, conhecido no meio esportivo como Brigada, representante da comunidade Valentim Serra.

Segundo o regulamento da competição, cada equipe poderá inscrever 30 atletas e as inscrições do Campeonato Rural terão início no dia 15 de agosto, no Complexo Esportivo do bairro Rio Verde. Os 34 times serão divididos nos cinco polos das comunidades, sendo que haverá dois grupos em cada polo. A grande final do certame será disputada no Estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão, no bairro Liberdade.

 

Texto: Fábio Relvas

Fotos: Divulgação / Semel

Assessoria de Comunicação / PMP

Página 1 de 164
Loading
https://www.carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://www.carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Novo_Projeto_-_2021-07-05T111350990gk-is-100.jpglink