A noites desta sexta-feira, 06, foi toda especial para os alunos do ensino fundamental I. Marcada com a formatura dos alunos do 5º ano e lançamento dos livros dos pequenos escritores, que participaram do projeto Estante Mágica desenvolvido pela escola, a noite representou um momento de muita emoção para os alunos, professores e pais presentes no evento.

Os pequenos escritores exibiram, orgulhosos, suas obras 

A mesa que abriu o cerimonial foi formada pelo  Prof. Mestre e Dr. Jonas Araújo Cunha, Diretor Geral do Colégio Sophos; Rosa Virginia Peixoto Alves, Diretora Pedagógica; Márcia Regina Lima Paes Barreto, Coordenadora do Ensino Fundamental I e II e professores do 5º ano Elielson Quirino e Hérica Monteiro.

 Prof. Mestre e Dr. Jonas Cunha, Diretor geral do Colégio Sophos, parabenizou os alunos e agradeceu a presença dos pais no evento

 Prof. Mestre e Dr. Jonas Araújo Cunha, Diretor geral do Colégio Sophos, em entrevista, falou que é sempre muito importante esses momentos dentro da escola, pois além de homenagear os alunos, marcam suas fases na vida educacional. “Contribuir com a formação educacional desses jovens alunos é sempre um privilégio, que se renova a cada ano. Nossas turmas estão passando de segmento e terão novas experiências e é bom ter esses marcos, essas homenagens para que eles se sintam vencedores e a sociedade e família possa considerar o quanto é importante a educação. O propósito maior é exatamente este, confraternizar e nos alegrar pelas conquistas dos nossos pequenos educandos”, disse o Direto.

Rosa Virginia Peixoto Alves, Diretora Pedagógica do Colégio Sophos, disse que a noite foi de muitas  emoções, pois é sempre um momento único reunir pais e alunos em eventos especiais como este

Josué Elias de Santana, pai do pequeno escritor, Augusto Barros de Santana, disse que a noite foi muito especial e emocionante

Projetos como a Estante Mágica desenvolvido pelo Colégio Sophos ajudam a desenvolver o fazer criativo dos alunos e a descobrir grandes habilidades dos educandos, como diz Josué Elias de Santana, pai do pequeno escritor, Augusto Barros de Santana, de oito anos de idade e aluno do II ano, autor do livro “O polvo e o Caranguejo”. “Projetos como este são muitos bons, é uma excelente iniciativa do colégio, pois ajuda os alunos a desenvolver a capacidade criativa, o gosto pela leitura e pela invenção. Daqui pode surgir um novo grande escritor, quem sabe?! Um novo Olavo Bilac, Ariano Suassuna e assim vai. Enfim, é um grande projeto e os professores que estão a frente estão de parabéns”, denotou o Josué, que além de elogiar o projeto disse estar muito emocionado com a criação do filho.  “Estou muito emocionado, realmente ele é muito criativo muito inteligente e desenvolveu estabilidade com este projeto”, finalizou.  

Augusto Barros de Santana, oito anos de idade e aluno do II ano, é autor do livro A lula e o Polvo

Já o pequeno Augusto disse que gostou bastante de ter participado do projeto e que seu livro traz uma história bem legal.

Professores entregam diplomas aos formandos da noite

O evento finalizou com a sessão de autógrafos dos autores dos livros com uma Cantata de Natal apresentada pelos alunos. 

Ana Clara, aluna do 3º ano e escritora do livro "Diário de Ana Clara", na companhia de sua mãe, a empresária Adriely Silva

A Cootesc Fire (Cooperativa de Bombeiro Civil de Parauapebas) formou no último sábado, 21, novos bombeiros Civis, o evento aconteceu no Centro de Desenvolvimento de Parauapebas – CDC e reuniu amigos e familiares dos formandos para comemorar esse momento especial.

“O curso de Bombeiro Civil que fizemos aqui na Cootesc foi incrível, eu não imaginava a dimensão, tivemos muitos exercícios, tivemos a pernoite onde passamos 36 horas de exercícios de resgate em selva e aquática. Existe uma evolução, muitas pessoas mudaram a forma como enxergam o próximo e a vida, agora só temos a crescer cada dia mais”, disse Luciano Brasil, formando da turma Bravo 2019.

21 formandos foram certificados e homenageados pela bravura e perseverança em não desistir. A surpresa da noite ficou para o BC Sirnei Pinheiro, presidente da cooperativa e instrutor do curso, que foi homenageado como patrono da turma. “Receber essa honra é muito gratificante, estou muito feliz, foi uma grande surpresa. O curso de Bombeiro Civil é muito específico, tem a duração em média de seis meses, onde passamos pelo modo operacional, primeiros socorros básico e avançado, socorrista, resgate diversos, combate a incêndio e muito mais. Além da formação, os alunos ainda passam por um estágio”,  disse o BC Sirnei Pinheiro.

O instrutor também frisou a importância da profissão no mercado de trabalho, que tem bastante abrangência para a atuação desses profissionais, “hoje o mercado de bombeiros está bem amplo, temos a matriarca de contratação que a vale e várias empresas na região, além de uma parceria com o Partage Shopping, onde vamos colocar esses bombeiros para prestar serviços e ganhar experiência profissional. Temos hoje turmas em aberto a partir desta segunda-feira, 21, agora vamos estar matriculando, três turmas, no sábado período da tarde e noite e outra no domingo no período da manhã”, destacou o Sirnei.

Quem tiver interesse em se matricular, só precisa procurar a cede da cooperativa que fica no Estádio Rosenão no bairro Liberdade, a partir desta segunda-feira, 22, três turmas serão abertas.

Na cerimônia de formatura, os formandos puderam demonstrar um pouco do que aprenderam durante o curso

(Reportagem Samara Sousa/Fotos Martinho)

 

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), em parceria com a Prefeitura de Parauapebas, formou 575 alunos da rede municipal de ensino. A cerimônia ocorreu no plenário da Câmara Municipal, na terça-feira (25), e contou com a presença de familiares dos alunos, representantes da Polícia Militar e autoridades municipais.

A animação do evento ficou por conta da mascote do programa, o leãozinho Dare, que fez os alunos das turmas de 5° e 7° anos das escolas Faruk Salmen, Milton Martins, Fernando Pessoa e Terezinha de Jesus vibrar ao som da música do Proerd e do lema “Luz, câmera, ação”.

A empolgação dos alunos durante a formatura e a proximidade deles com os militares demonstraram o quanto o curso rompeu com barreiras e foi bem aproveitado por eles. “É um trabalho preventivo da Polícia Militar. O objetivo é afastar os alunos das drogas, da violência, do caminho do mal. Para isso, trabalhamos com aulas didáticas e bastante divertidas”, informa a instrutora do programa e soldado Aldila Naiara Neris Morais, do 23° Batalhão da Polícia Militar de Parauapebas (BPM).

Ainda segundo Aldila, o curso ofertado pelo programa dura aproximadamente três meses, com uma aula por semana. Ela informou ainda que o município de Canaã dos Carajás também foi beneficiado. “Lá atendemos 400 alunos. Somando os dois municípios são quase mil alunos beneficiados, no semestre”.

O vice-prefeito Sérgio Balduino também participou da cerimônia e aproveitou a ocasião para parabenizar aqueles que apoiam a iniciativa. “Para nós, é uma satisfação imensa ver o empenho de todos vocês na educação desses jovens. Parabéns! Tenham a certeza de que nós, gestores deste município, eu, o prefeito Darci e os secretários, estaremos sempre apoiando ações como esta, que trazem melhorias para nossa cidade”, enfatizou o gestor.

No final do curso, os estudantes puderam descrever as lições aprendidas por meio de uma redação, desenvolvidas com o tema “O que você aprendeu com o Proerd?”. Entre os textos produzidos, três foram selecionados e premiados durante a formatura. Quem conquistou o 1° lugar no pódio, com a melhor redação, foi a aluna Ana Luiza Saraiva Firmino, da escola Fernando Pessoa. As 2ª e 3ª colocações ficaram com os alunos Navde Vitórya Silva e Loane Aglair Azevedo Freitas, respectivamente, ambas da escola Faruk Salmen.

Para Ana, as lições foram valiosas. “A gente sempre escuta falar sobre drogas, mas não acha que é algo tão sério. Com o Proerd, eu aprendi a ficar longe delas. O programa é uma boa influência para todos. E, agora, eu sei que se um dia precisar, poderei contar com os policiais”, afirma a estudante.

O Curso 

O Proerd é um programa de abrangência nacional, implantado no país pela Polícia Militar em 1992. Ele busca a proteção e valorização da vida por meio de atividades educacionais realizadas em sala de aula, visando prevenir e reduzir o uso indevido de drogas e a prática de violência entre os estudantes.

Segundo o comandante do Policiamento Regional (CPR) II, o tenente-coronel Juniso Honorato e Silva, há possibilidade de ampliação do programa na região. “O Proerd é desenvolvido no Pará desde 2002, inicialmente no município de Conceição do Araguaia. Durante este período já formamos milhares de alunos no Estado. Atualmente, estamos buscando parcerias com a prefeitura e a empresa Vale para formamos mais instrutores e assim ampliarmos o número de alunos beneficiados”, afirma Juniso.

Para o secretário de Educação, Luiz Vieira, programas como esse são muito bem-vindos. Vejo com imensa alegria ações importantes como essa. Além do aprendizado, prevenção e combate às drogas, violência e bullying, estamos formando cidadãos de bem. Estamos felizes por fazer parte desse projeto tão importante para Parauapebas, enfatizou o secretário.

Confira as redações premiadas:

1º Lugar: Ana Luiza Saraiva Firmino – Fernando Pessoa

Eu aprendi muita coisa com a PM Aldila e o PM Marinho, como dizer não às drogas e a dizer não ao que é errado. Aprendi que o bullying é algo muito sério e tem que ser comunicado com algum adulto. Eu agradeço muito. Agradeço aos meus pais, que me ajudaram em tudo. O Proerd é uma boa influência a todos e sei que, se um dia precisar, poderei contar com os policiais militares. Então só tenho a agradecer. Obrigada por tudo Proerd.

 2º Lugar: Navde Vitórya J. Silva – Faruk Salmen

Eu aprendi com o Proerd que a gente não pode entrar no mundo das drogas, que não pode praticar o bullying e que tem que ter paciência. Se acontecer alguma coisa, a gente tem que ter calma, sair do local, contar até dez. Não devemos descontar nos coleguinhas. Também aprendi que as drogas prejudicam a nossa saúde, nossos estudos, nossas amizades e nossos relacionamentos com as pessoas.

3º Lugar: Loane Aglair Azevedo Freitas – Faruk Salmen

Eu aprendi no Proerd que não devemos andar com pessoas que fumam, utilizam álcool e pessoas que fazem o mal. Eu também aprendi no Proerd que não devemos fazer bullying com os nossos amigos ou até com pessoas que não conhecemos. E também aprendi uma coisa muito importante que nós devemos amar e ajudar quem precisa. Obrigada, tia Aldila e tio Marinho, muito obrigada por me ensinar o que eu devo fazer. Obrigada, Proerd!

Texto: Messania Cardoso 

A noite desta última quinta-feira (06) foi duplamente especial para os alunos do ensino fundamental, pais e demais membros da comunidade escolar do Colégio Sophos, que preparou uma linda e emocionante cerimônia de formatura para os alunos do 1º e 5º ano do fundamental I, com direito a Cantata de Natal e muitas emoções.

Familiares e alunos celebram juntos formatura e Cantata de Natal. 

A programação emocionou a platéia que assistiu animada as apresentações musicais interpretadas pelos pequenos alunos.

Professor Jonas, Diretor de Ensino do Sophos ladeado pela Diretora Pedagógica, Rosa Peixoto e Marcia Barreto, Coordenadora do Ensino Fundamental I e II. 

Em entrevista, o professor Jonas Cunha, Diretor de Ensino do colégio Sophos, disse sentir-se feliz em estar finalizando mais um ano letivo com êxito e, segundo ele, o melhor de tudo é ver o sorriso no rosto dos alunos pela conclusão de mais um ano letivo. “Hoje é sem dúvidas  um dia muito especial para todos nós que fazemos parte do Colégio Sophos; primeiro por estarmos finalizando mais um ano letivo e segundo por ver mais uma turma do 1º ano do fundamental I se formando, pois isso significa a inserção deles no mundo das letras. E também pela formação dos nossos queridos alunos do 5º ano, que irão para o ensino fundamental II, neste próximo ano, cumprindo aí mais uma etapa em suas vidas. Este é sempre um momento muito importante e de muita emoção para todos nós”, frisou o professor.

Pais e professores entregam diplomas aos seus pequenos formandos. 

A cerimônia de formatura iniciou com a entrada dos formandos e seus paraninfos; logo depois o professor Jonas proferiu o discurso, parabenizando os alunos por esta importante etapa concluída; depois os oradores das turmas relembraram momentos inesquecíveis vividos durante o ano letivo, seguido do juramento e da entrega dos diplomas aos formandos.

Alunos  do Ensino Fundamental I finalizam a cerimônia com Cantata. 

Para finalizar a noite, os alunos apresentaram a Cantata de Natal, que simboliza a aproximação da data mais festiva e importante do ano, o nascimento do menino Jesus.  A Cantata contou com a apresentação de alunos das demais turmas do ensino Fundamental I, que apresentaram animadamente canções natalinas cantadas em coro.

 Corpo docente do Ensino Fundamental I do Colégio Sophos também comemora o sucesso e a conclusão de mais um ano letivo. 

 

 (Ingrid Cardoso)

 

Na manhã desta sexta-feira (3), no Portal da Amazônia, ocorreu a cerimônia de formatura de 107 novos militares da Polícia Militar do Pará. A formatura aconteceu após a conclusão do curso de habilitação de oficiais da Polícia Militar 2017-2018.

 O curso de formação de oficiais da PM teve início em 20 de novembro de 2017, com carga horária de 1.316 horas-aula, distribuídas em 42 disciplinas, dentre as quais Direitos Humanos, Prevenção, Mediação e Resolução de Conflitos, Procedimentos e Processos Operacionais e Conhecimentos Estratégicos e Operacionais da Polícia Militar.

Os concluintes são de todas as regiões do Estado, e cerca de 70% têm ensino superior. 98 são homens e nove mulheres - todos já integrantes da Polícia Militar. Os 106 novos oficiais têm, em média, 20 anos de experiência e serviços prestados.

O curso de habilitação de oficiais da Polícia Militar teve por finalidade qualificar subtenente, 1º sargento, 2º sargento e 3º sargento, para o desempenho do cargo de oficial administrativo e especialista (regente, maestro da banda de música ou sinfônica e outras atividades especializadas de interesse da corporação), e o exercício de polícia ostensiva e preservação da ordem pública, conforme exigências previstas na Lei nº 8.403, de 13 de outubro de 2016, que alterou e revogou dispositivos na Lei Estadual nº 5.162-A, de 16 de outubro de 1984, que dispões sobre o ingresso e promoção nos quadros de oficiais de administração e de oficiais de especialistas.

Concluído com aproveitamento o curso, e satisfeitas às exigências legais, o aluno é promovido à patente de 2º tenente, segundo a ordem de classificação no curso, podendo ser classificado, de acordo com a necessidade e conveniência administrativa, em qualquer unidade da Polícia Militar em todo o Estado.

O primeiro colocado no curso de habilitação de oficiais foi Ivens Silva dos Santos, 42 anos, desde os 18 anos de idade serve à Polícia Militar do Pará. Para ele, esse momento é de reconhecimento pelo esforço durante 24 anos de serviço. “Todos que estão aqui, hoje, possuem uma história vencedora”, disse o novo oficial.

Para o comandante geral da PM, coronel Hilton Benigno, os novos oficiais trazem toda uma carga de experiência, e a partir dos conhecimentos adquiridos durante a formação, podem incrementar os esforços para reduzirmos a incidência.  

(Comunicação-Governo do Pará)

Loading
https://www.carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
https://www.carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink